Mulheres ultrapassam homens na criação de negócios

As mulheres brasileiras conseguiram ultrapassar os homens na criação de novos negócios, revelou a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor 2016, coordenada no Brasil pelo Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae) e pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBPQ).

andreya-chaves.jpg

De acordo com esse estudo, em 2016 a taxa de empreendedorismo entre os que têm um negócio com até três anos e meio de existência ficou em 15,4% entre as mulheres e em 12,6% entre os homens. Ainda segundo a pesquisa, as mulheres empreendem por necessidade com maior frequência em comparação com os homens.

Entre as mulheres, 48% afirmaram ter buscado o empreendedorismo porque precisaram. Já para os homens, esse percentual cai para 37%.

 

Case de Sucesso

A empresária Andreya Chaves, de Salvador (BA), resolveu abrir um quiosque da Yes! Cosmetics após uma ampla pesquisa de mercado. Ela abriu o primeiro em novembro de 2016 e, apenas três meses depois, teve a oportunidade de investir em um segundo quiosque Yes! e obteve sucesso. Hoje, ela já conta com três pontos na capital baiana. Confira o depoimento:

Segundo Andreya, o interesse pela marca surgiu pelo fato de a empresa oferecer uma ampla linha de produtos de qualidade com preço acessível. Ela atribui o sucesso dos seus negócios ao suporte fornecido pela empresa aos seus franqueados, sobretudo no dia a dia da operação. "Ela me diz se eu estou ou não no caminho certo", pontua sobre a Yes!

 

Abra uma Yes!